Dr. Lucas Louis Grauthier In Versus
"Para amar é necessário o conhecimento profundo do sentimento...!"
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livro de Visitas Links
Áudios
REDONDE - PRECE
Data: 23/05/2021
Créditos:
Poema: Prece
Autoria e declamação: Francisco de Assis Góis
Fundo musical:
Our Father By
J. Nez Marcelo – Piano
PRECE - redonde
                                         (redondes encadeados)
Pai nosso que estais no céu,
Eterno e santificado,
De nossa vista erga o véu
Pra não seguirmos errado.
Do teu reino, a claridade,
Venha a nós com a verdade,
Nunca nos deixe ao léu,
Nos liberta do pecado.
Pai nosso que estais no céu,
Eterno e santificado...

Seja feita a tua vontade
Na terra e muito além...
E o pão pra saciedade,
Do corpo e a alma também,
Para nós providencia,
Agora e a cada dia...
Da tentação e a maldade
Nos livra pai nosso, amém...
Seja feita a tua vontade
Na terra e muito além...
                                  (Francisco de Assis Góis)

*Redonde é um estilo poético criado por Francisco de Assis Góis.
Conheça a sua teoria literária no link:
https://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/7124216

Ouça a declamação na página de áudio do autor.

                                       ***************

                                 INTERAÇÃO EM DESTAQUE
                  Minha gratidão querida poetisa Andreia Jacomelli.

Bem aventurados os que deixam a sensibilidade transbordar,
a eles pertence o Meu abraço por fazer tão belo uso, do dom de poetizar!
"Esse comentário, ELE sussurrou no meu ouvido e mandou te entregar...
                                      (Andreia Jacomelli)

Belíssima interação do poeta Jacó Filho. Obrigado mestre!

NÃO PODE SER DIFERENTE

Nem pode ser diferente,
Do que Deus já planejou.
E com tantas leis regentes,
Todo o cosmos criou...
Se temos os mandamentos,
Ditando procedimentos
Pra seguirmos plenamente,
Sem ouvir falso pastor.
Nem pode ser diferente,
Do que Deus já planejou.
                                   (Jacó Filho)

Honra-me a interação do poeta Irineu Gomes. Obrigado mestre!

Ele prometeu voltar
pra dizer tudo de novo
novamente ensinar
esse Seu rebelde povo
                                (Irineu Gomes)

Honra-me a interação do poeta Alberto Valença Lima. Gratidão mestre!

Nos redondes és meu mestre,
ninguém pode saber mais;
mas na trova que eu orquestre,
quero ver pra onde vais.
                                  (Alberto Valença Lima)

Resposta ao querido primo poeta Alberto Valença Lima:

Irei com muita humildade,
Em trovas que tu orquestres,
Pois aprendi com a idade,
A respeitar os meus mestres.
                                         (Francisco de Assis Góis)



Enviado por Francisco de Assis Góis em 21/05/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.